Carinho em forma de SELINHO

27 de mai de 2015

Tempo apressado tempo...



Os dias e as noites me parecem estar indo rapidamente, 
tão ligeiro que mal consigo acompanhar. 
Quando criança o tempo ia mais lento, 
passava tão compassadamente, 
dando a impressão de valsar. 
E hoje tudo é pressa, é correria 
e um tal de não posso esperar.
(Alice Meca)

Mas tudo bem o que me importa mesmo, é que o tempo seja apenas o suficiente, o suficiente para partilhar o amor, a alegrias, as emoções com aqueles que cruzam nossos caminhos.

Bjos, xeros e um até loguinho.

(Tudo tem seu tempo determinado; ha um tempo para todo o proposito debaixo do céu). 
(Eclesiastes 3:1)

9 de mai de 2015

Feliz dia, mamães !!


As queridas mamães
que passarem por aqui...
Img: daqui


Deixo flores e desejo um domingo mega-colorido,
deliciosamente recheado de carinho 
e gostosuras da culinária...rsrs

Bjks e acima de tudo e sempre, 
sejam felizes!


8 de abr de 2015

Sobre o poder de poetizar



Img: Google

 " O poeta tem o poder de restituir ao coração humano as suas perdas.
  Suas palavras caem diante dos meus olhos, penetram no meu entendimento e com elas me identifico.
  Olho sua confissão e tenho a consciência de que não fui eu quem disse, mas é como se fosse. Palavras que não foram ditas por mim, mas que são minhas, ditas por outra boca.
   Olho para elas e reconheço o meu sentir solitário, nunca antes partilhado e agora tão exposto ali, contado para todo mundo.
  Quem levou a ele notícias minhas? Quem lhe revelou meus segredos? Quem falou de mim com tanta propriedade?
  Ninguém. O poeta tem livre acesso ao sentimento do mundo. Entra quando ele quer e saí quando lhe convém. Transita entre nós, mas não pode ficar. Apenas passa, porque não foi feito para o definitivo. Sua poesia o leva e não lhe permite estabelecer morada."
(Pe. Fábio de Melo, Livro É Sagrado Viver)


(A todos meus queridos poetas de plantão...rsrsrs)

Bjks e uma linda tarde!


27 de mar de 2015

Arrisco-me

Img via

Arrisco-me na aventura escaldante
de encontrar um bem querer,
além dos olhos e da alma,
onde o coração venha perceber.

Diante do medo e da aflição,
a fragilidade se fortalece,
sinto meus pés arraigados ao chão,
que ruge, que se estremesse.

Inaceitável é a inercia
diante da incerteza,
e não tentar ser feliz
pra desatar o nó da tristeza.

Assim, no abismo da ilusão me precipito,
me jogo no despenhadeiro,
confiante no milagre de ser feliz,
ao menos num instante derradeiro.
(By Alice Meca)

Oi pessoas queridas!!!
Bjks e um excelente findi semana para todos!