28 de abr de 2011

Coração

O coração é o colibri dourado
Das veigas puras do jardim do céu.
Um – tem o mel da granadilha agreste,
Bebe os perfumes, que a bonina deu.

O outro – voa em mais virentes balças,
Pousa de um riso na rubente flor.
Vive do mel – a que se chama “crenças”,
Vive do aroma – que se diz “amor”.
(Castro Alves)

Que o coraçao esteja livre de paradigmas e preconceitos.

8 comentários:

  1. Linda mensagem e poesia! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Linda e nova amiga, antes de te agradecer que poesia fofa.Bom sem contar que o autor dispensa comentários. Minha nova amiga venho te agradecer pela visitar por seguir meu cantinho e vamos seguindo nosso caminho,espero te-la como amiga por muito tempo.Estava aqui fazendo o comentário quando o fone tocou era uma amiga seguidora Vandinha, no meu blog tem um post sobre ela.Fiquei muito feliz, e comentei que ganhei mais uma amiga. Obrigada Deus a ilumine em seu caminhar tenhas muitos visitantes e seguidores.Pois o seu espaço é de muita paz angelical.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Que linda poesia! Alegra a alma.
    Que bom seria minha querida!
    Que os corações estivessem livres de paradigmas e preconceitos...Vamos sonhar com isso?
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. oi Alice

    uma bela mensagem..os corações seriam mais leves...
    obrigada pelas visitinha, estou te seguindo agora.
    Tive um problema com aquela primeira postagem que vc comentou da chita, ela era par o blog da camasoft, onde faço postagem, e publiquei no meu por engano, acabei tendo que tira´-la do ar e coloquei a das plantas e flores.
    Assim seu comentario acabou saindo com a postagem, e te peço desculpas.Mas esta guardadinho no meu coração..hehe

    bju bju

    ResponderExcluir
  5. Oi,Alice!
    Fiquei contente em ver o teu comentário carinhoso lá no meu bloguinho! Eu também gostei muito do teu blog,pois nele com certeza, existe a beleza da simplicidade que vem do teu generoso coração ! É um cantinho de paz e de mensagens que nos alegram a alma... Parabéns!
    Este belo trecho do poema de Castro Alves é uma prova disso... A delicadeza dos versos enche a nossa alma de genuína alegria celestial, e faz o nosso pensamento ir além das estrelas!
    Beijos pra ti!
    Teresa
    ("Se essa lua fosse minha")

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, por tanto carinho minhas queridas amigas, que Deus abençoe suas vidas, e todos seus projetos, mesmo os que estao no mais recondito cantinho de seus coraçoes.
    Bjus.

    ResponderExcluir
  7. Olá Alice!
    Seu blog é maravilhoso!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Obrigada querida beti, seja bem vinda..sempre.
    Alice

    ResponderExcluir