13 de jun de 2011

ViVa Fernando Pessoa -> 123º aniversario.

AUTOPSICOGRAFIA


O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que ele não têm.

E assim nas calhas da roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração

Fernando António Nogueira Pessoa nasceu em 1888, em Lisboa, aí morreu em 1935, e poucas vezes deixou a cidade em adulto, mas passou nove anos da sua infância em Durban, na colónia britânica da África do Sul, onde o seu padrasto era o cônsul Português.
.Embora solitário por natureza, com uma vida social limitada e quase sem vida amorosa, foi um líder activo do movimento Modernista em Portugal, na década de 10, e ele próprio inventou vários movimentos, incluindo um "Interseccionismo" de inspiração cubista e um estridente e semi-futurista.
(Fonte: pensador.uol.com.br)

Breves palavras, somente para lembrar um grande poeta.

Bjus e otima semaninha a todos.

6 comentários:

  1. Linda escolha nessa poesia e bela homenagem a esse grande poeta!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Bela Homenagem ao grande poeta...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  3. que poesia linda
    eu adoro fernando pessoa.
    não sabia muito da sua vida.
    obrigada querida por colmar essa lacuna.
    adorei conhecer um pouco mais deste poeta maravilhoso.
    baci

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde
    querida Alice
    obrigada pela sua linda visita ao meu cantinho.
    Lindo profundo e muito sentido texto.
    Poesia que esconde o que sente e mostra a dor ausente.
    sim é mais fácil falar do que se ve do que se sente. a voz do coração muitas vezes é sufocada pela dor.
    Gostei muito do post, pois vim conhecer mais um pouquinho da historia de minha terra e de suas pessoas especiais que marcaram a historia.
    Alice tem selinho para seguidora no meu cantinho á sua espera, pega quando poder viu?


    Tenha uma linda semana, coberta de muitas alegrias.
    abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  5. Realmente uma homenagem fidedigna. Vi uma peça sobre a obra dele, linda e me apaixonei.
    Chamava-se O Fingidor em alusão a esta poesia tão conhecida.

    Bjinhosss

    www.rosaturquesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Bela homenagem a Fernando Pessoa.
    Ótima escolha da poesia.
    Parabéns.
    Beijo.

    ResponderExcluir