8 de fev de 2012

O vento que sopra


O vento que sopra
é sucinto e sutil
tocando meu corpo de modo gentil,
sussurando ao ouvido
palavras que me agrada ouvir.

O vento que sopra
assim de mansinho
tal qual passarinho
anunciando mais um dia
de sossego e prazer.

O vento que sopra
se foi de repente
com ar saliente
de quem só existe
pra seduzir e amar.

Fico a pensar no tal vento
que traça o próprio destino
com ar de menino
seguindo o caminho mais belo
que a vida puder lhe oferecer.

(By Alice)

8 comentários:

  1. A liberdade do vento é invejável, ora brisa... ora furacão... ou tornado ele tem vida própria soberana! Abraço da Célia.

    ResponderExcluir
  2. adorei Alice.
    adoro o vento e suas sutilezas.
    pode ser uma brisa ou se tornar um furacão.
    adoro seus mistérios e sua força.

    bom dia para vc.

    ResponderExcluir
  3. Olá Alice!
    Belo poema!
    Um maravilhoso dia para você.
    Bjssssssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Olá Alice

    O poema é encantador.

    BJ000000000..............
    www.amigadamoda1.com

    ResponderExcluir
  5. olá Alice
    poema lindo, seguimos como o menino o caminho mais belo que a vida nos puder oferecer.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  6. linda poesia moça querida...

    ler sobre o vento é sempre uma paz pra mim...

    beijinhos.

    Su.

    ResponderExcluir
  7. Que esses bons ventos se espalhe e chegue a todos. Beijos Alice!

    ResponderExcluir
  8. Alice,como é bom quando o vento sopra trazendo tão belos versos!Adorei!Bjs e boa tarde!

    ResponderExcluir