Carinho em forma de SELINHO

18/04/2012

Quisera ter asas


Img:dipity.com

Quisera ter assas
sustentar-me no ar,
pousar sobre as flores,
provar todos os sabores
que a vida quiser me oferecer.

Quisera ter asas
tal qual colibri
cruzar a linha do horizonte,
beber da mesma fonte
em que banha os raios do sol.

Quisera ter asas
voar mais veloz que o pensamento,
mais livre que o vento,
e pousar  no cantinho
do seu coração.
(By Alice)

8 comentários:

  1. Ter asas pra isso é lindo mesmo!Um doce de poesia!beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Alice, querida!

    "Quisera ter asas tal qual colibri..."
    Linda, linda a poesia.
    Viajei nestas asas e fui para bem longe.
    Obrigada por este momento mágico.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice, que linda poesia, linda além da leveza de tuas doces palavras, esse é uma das criaturinhas que mais amo nesta vida, paro tudo para observá-los. Beijos!!!

      Excluir
  3. A liberdade da alma...o prazer da vida simples e feliz

    ResponderExcluir
  4. Alice, que lindo poema! Voemos nas asas do Todo Poderoso...
    "Quisera ter asas", palavras que exprimem muito amor pela vida!!!
    Beijos e o meu carinho

    ResponderExcluir
  5. Lindooooooo...
    Quisera ter asas...

    Tenha um Lindo Dia!!
    Muita Luz!!

    ResponderExcluir
  6. Amiga,
    Lindos versos!
    Voar é um sonho antigo do homem. Minha mãe sonha muito voando. Deve ser muuuito bom!

    te mandei um email, mas a net aqui tá muito lerdinha. Não sei se foi.

    Bjinhos e um abençoado fim de semana!

    ResponderExcluir
  7. Querida Alice!
    Posso te dizer,minha doce amiga, que ao ler este teu belo poema,fui eu que viajei longe...Voando alto,no meio das grandes montanhas e vales suaves do caminho...Um vôo curto,porém delicioso,daqueles que renovam a nossa existência!
    Minha querida, adorei esta tua poesia de hoje e ela realmente nos leva à tranquilos céus azuis, de muitos passarinhos... Muito linda e inspirada!
    Adoro vir até aqui e me encantar com as tuas palvras sempre tão belas,sábias e carinhosas... E como vão os dias goianos? Imagino dias de outono com céus muito azuis e iluminados,e noites tranquilas e estreladas... Ah, saudades das belas terras de Goiás!
    Beijo carinhoso no teu coração de poeta!
    Teresa
    ("Se essa lua fosse minha")

    ResponderExcluir