23 de jan de 2013

Chuva preguiçosa

belos-passaros.blogspot.com.br

Assim como começou,
vai-se despedindo mais um dia,
com acordes de chuva preguiçosa,
se fazendo melodia.
Ouço os pingos que caem 
como notas dedilhadas,
que aos poucos dão lugar
 a uma nova canção.
Deixo-me levar,
ouço serenamente,
sem nada pensar.
O som, ora tímido, 
ora escandaloso,
traz consigo a promessa
de dias fartos
e mesas repletas de sorrisos.
Segue-se noite afora,
assim como começou o dia,
os acordes de chuva preguiçosa,
se fazendo melodia.
(By Alice)

Bjks e saudades.

4 comentários:

  1. Belo poema...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  2. É melodioso, de fato, o som dos pingos da chuva caindo nas árvores, nos telhados... e até a rua. Se nos atemos a eles podemos divagar, eis que nos remetem, quase sempre, a outros momentos chuvosos. Muito gostosa a leitura de seu poema. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Alice, amada, que linnnnnnnndo, flor, noossa muito lindo, com ritmo de chuva feliz, nada impede que a gente seja feliz e a chuva aproxima as pessoas, concentra a gente no lar e nas pessoas, amei, amei, super parabéns, bjinhos e um ótimo final de semana minha amiga, obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  4. Caramba, amei CHUVA PREGUIÇOSA...
    Um Beijão, Alice...
    MUITA PAZ!

    ResponderExcluir